sábado, 12 de fevereiro de 2011

Mancheter United X Manchester City //12//02//2011// - 27ª Rodada Campeonato Inglês

Clique aqui para ampliar


1º Tempo
O clássico começou acirrado e muito travado por parte das duas equipes, como é de se esperar de um clássico, os dois técnicos tiraram seus homens gols e avançaram com seus segundos atacantes (Rooney e Tevez) o Manchester obtinha melhor desempenho em seu lado esquerdo com Evra, Anderson e Giggs, aproveitando-se dessa exposição o lado com que o City melhor explorava era o seu direito com Richards, Touré e Silva, Milner se apresentava muito apagado durante a partida, Nani tinha de cair às vezes para o lado direito. Com o jogo travado desta forma o gol só poderia acontecer de duas maneiras, falha defensiva ou bola parada, dito e feito, Rooney ganhou de Lescot pelo ar que ajeitou para Giggs que toca nas costas de Zabaleta para abrir o placar Utd 1 x 0 City. Com o gol o lado direito do Utd cresceu e passou a dominar todo resto de primeiro tempo, dando até mais liberdade para O’shea.

2º Tempo
Aos 51 minutos Mancini percebe que Kolarov está mau no jogo e o saca, colocando Phillips em seu lugar, alteração um pouco confusa, pois deixou ele e o apagado Milner ocupando a mesma faixa do campo, e Silva pela esquerda, a sua intenção era explorar o lado esquerdo da defesa do Manchester com Evra e Vidic. Aos 60 minutos Mancine percebe que alteração não dará resultado e coloca Dzeko no lugar de Milner, com a intenção de se aproximar de Tevez tirando o atacante do isolamento que se via no jogo. Todo o time do City melhorou, Tevez recuou e assim poderia fazer mais tabelas inclusive com Silva que muitas vezes entrava por dentro, não tardou muito para o City chegar ao empate Man tud 1 x 1 City gol de Dzeko. Alex Ferguson apesar de ser um exemplar Técnico  por vezes recua muito o time em momentos decisivos, assim como nas ultimas 3 Champions League perdidas (Bayer, Barcelona, Milan respectivamente). Com o 1x1 o Utda acorda, entra Berbatov no Lugar de Anderson que simplesmente sumiu no segundo tempo, e passa a jogar no 4-4-2, o jogo segue bem disputado e travado. Quando o City parecia melhor e buscar mais o ataque simplesmente o discreto Rooney faz um dos gols mais bonitos que tive a oportunidade de ver na vida, 2x1 Utd. Com o gol Ferguson tira Schooles que não acertava nada no jogo e colocou Carrick para dar uma força de marcação mais aprimorada, assim o Utd consegue levar a banho Maria até o final. Final de jogo, muita vontade de ambas as partes e pouca técnica, o golaço de Rooney fez a diferença.

Notas:
Manchester United

Van der Sar – 5,5
O’shea – 5,0
Smalling – 5,5
Vidic – 5,0
Evra – 5,5
Fletcher – 5,5
Scholes – 4,5
Anderson – 6,0
Nani – 6,0
Giggs – 6,0
Rooney – 7,0
Berbatov - #
Carrick - #

Manchester City

Hart – 5,5
Richards – 5,5
Kompany – 5,5
Lescot – 5,0
Zabaleta – 5,0
Milner – 4,5
Touré – 6,0
Barry – 5,5
Kolarov – 4,5
Silva – 6,0
Tevez – 5,5
Dzeko – 6,0

2 comentários:

  1. Começou bem cara, concordo com o 7,0 do Rooney. Parabéns ae pelo blog!

    ResponderExcluir

Todas as criticas são bem-vindas, contudo, use seu bom-senso para comentar, comentários inteligentes acrescentam e muito para o aperfeiçoamento do blog.